A filosofia tem um dia comemorativo. É a terceira quinta-feira do mês de novembro que, neste ano de 2020, foi no dia 19.
“Esta data foi definida pela UNESCO, por acreditar no valor duradouro da filosofia para o desenvolvimento do pensamento humano para cada cultura e cada indivíduo”.
“Para além de ser uma disciplina, a filosofia é também uma prática quotidiana que pode transformar as sociedades e estimular o diálogo entre culturas. Despertando o exercício do pensamento e do confronto racional de opiniões, a filosofia ajuda a construir uma sociedade mais tolerante e respeitadora. Desta maneira, permite compreender e trazer uma resposta aos grandes desafios contemporâneos, criando as condições intelectuais para a mudança”.
Este dia pertence a todos aqueles que cuidam da filosofia e a apreciam e por isso, uma vez mais, O Grupo de Filosofia, em articulação com a Biblioteca Escolar, assinalou esta data, na Escola Secundária do AEFV, estimulando os alunos do Ensino Secundário (10º e 11º anos) a desenvolverem o seu espírito crítico e a construírem pensamentos autónomos.
E como concretizaram este desafio?
Orientados pelo mote, Tempo de Pensar; Tempo de Pensamento, os alunos problematizaram diversos aspetos da atualidade, com especial ênfase a situação pandémica provocada pelo Sars-Cov 2 ( COVID- 19), reflexões essas que se encontram expostas no Bloco B da ESFV e na ÁRVORE FILOSÓFICA ( entrada Bloco A).
Contagiados pelo espírito filosófico ainda participaram, com entusiasmo e empenho, num debate, em contexto de sala de aula, partilhando a mesma nuvem de pensamento, ainda que a nuvem de diálogo nem sempre fosse a mesma.
Por fim, é de realçar que esta atividade, para além de ter permitido exercitar a razão, o aprofundamento do raciocínio e das capacidades de questionamento e reflexão, também contribuiu para o desenvolvimento de competências consideradas imprescindíveis à construção de uma cidadania ativa, através da cooperação e interação entre alunos.
Continuemos a ser Nós, mas com os Outros, e assim estaremos a Representar o nosso Papel.

19 de novembro de 2020
Dulce Paiva